Início > Atualidades, Política > Obama começa a entender…

Obama começa a entender…


Notícia da Agência Efe. Atenção ao negrito:

Obama apresenta nova proposta para reforma na saúde 

 da Efe, em Washington

A Casa Branca anunciou nesta segunda-feira uma nova proposta do presidente Barack Obama para tirar a reforma do sistema de saúde da estagnação e levar adiante a prioridade legislativa do atual governo. Em teleconferência, funcionários da Casa Branca indicaram que a medida busca, entre outras coisas, reduzir o custo do seguro de saúde para famílias e pequenas empresas, o que facilitará que 31 milhões de americanos possam ter um plano de saúde. Atualmente, a reforma está estagnada no Congresso.

Para levá-la adiante, as duas câmaras devem fundir seus respectivos projetos de lei, processo que está parado desde que os democratas perderam a maioria absoluta no Senado, no mês passado. A proposta de Obama, que o presidente deve explicar hoje aos governadores do país em um encontro na Casa Branca, procura unir os dois projetos de lei, apesar de utilizar como base a versão do Senado.

A iniciativa estabelece um novo mercado de seguros médicos, que permitirá tornar mais fácil, segundo a Casa Branca, o acesso a planos de qualidade e aumenta a regulação dos aumentos de custo. Como incluem as propostas do Senado e da Câmara de Representantes, a medida de Obama proíbe que as empresas seguradoras possam negar cobertura a uma pessoa doente antes de assinar o plano.

A proposta de Obama não inclui, como fazia o projeto de lei da Câmara de Representantes, uma “opção pública”, um seguro médico oferecido pelo governo e que concorreria com as seguradoras privadas.

Segundo a Casa Branca, a medida permitirá reduzir o déficit fiscal em US$ 100 bilhões [cerca de R$ 180 milhões]em dez anos, e em cerca de US$ 1 trilhão [cerca de R$ 1,8 trilhão] em sua segunda década, ao cortar a despesa do governo em saúde e controlar abusos e fraudes.

Obama está aprendendo que os americanos não querem uma empresa pública na área de saúde. Não querem que o governo se meta nisso. Não é função do governo fazer isso. Paul Krugman não vai gostar nada disso.

A única falha – e recorrende em se tratando de imprensa – é afirmar que o projeto de Obama estava parado pois os democratas perderam a supermaioria no Senado. Isso é mentira. O projeto já estava parado pois alguns democratas não concordavam com o mesmo, temendo perder votos dos independentes e mesmo de muitos republicanos que votaram nos democratas nas últimas eleições querendo expurgar Bush e seus correligionários.

Anúncios
  1. fevereiro 22, 2010 às 8:33 pm

    Tudo bem, os americanos não querem que uma empresa pública fique cuidando de planos de saúde. Eles não querem um SUS da vida. Tudo bem. Mas como fica a situação dos que não têm condições de pagar um serviço privado, uma Unimed, uma Golden, um Bradesco? Porque existem pobres nos EUA, como é que fica a situação desse povo?

    • fevereiro 22, 2010 às 9:32 pm

      Para isso existe o Medicaid. E outros programas a níveis estaduais e inclusive privados. O que não dá para acreditar é em toda a propaganda que se faz. Se fosse desse jeito terrível que falam os americanos estariam morrendo às pencas. Você veria americanos morrendo nas ruas de todas as cidades.

      Não estou dizendo que não há algo a ser melhorado. Sempre há, mas há questões como liberar a venda dos seguros entre estados, ou seja, uma pessoa da Califórnia poderia comprar um seguro de uma seguradora da Flórida, que aumentaria a competição, não estão sendo tocadas por Obama. Talvez ele faça isso agora.
      http://en.wikipedia.org/wiki/Medicaid

  2. Igor T.
    fevereiro 23, 2010 às 8:25 pm

    Pablo, já vemos um recuo estratégico, mas, ainda assim, o Obama ainda não sabe como acertar essa estrovenga. Amanhã, no blógue, eu pinço uma nota sobre isso.

    Um abraço,

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: