Início > Política > Carta Capital assume o erro…

Carta Capital assume o erro…


A Carta Capital, revista que é uma tentativa de contra ponto (contraponto, contra-ponto?) à Veja devidamente financiada por dinheiro dos nossos impostos (claro), em sua atual edição é bem interessante.

O título é bem claro:

O Estado forte de que se fala (PT e Dilma, claro) é o mesmo que contruiu o capitalismo (de Estado) brasileiro. Mas a mídia nativa (boba, feia e má) anda muito preocupada (…)

"Ser ou não ser, eis a questão"

Depois dessa capa de um dos veículos oficiosos do governo, todo esquerdista deveria fazer um mea culpa e nunca mais dizer que a Ditadura dos Militares foi uma ditadura de direita.

Combinado? Ok? Ok.

Vida que segue.

Anúncios
  1. relances
    março 1, 2010 às 2:09 pm

    Isso é um exagero. Sempre que vêm com a história de “ditadura de direita” é esse o argumento: o governo militar ampliou o Estado, logo, não é de direita. Poxa, isso é ignorar todo o contexto de 64, ignorar todo o ideário de Golbery e similares, ignorar toda a luta armada (sempre de esquerda contra a direita)… É claro que eram direitistas, conservadores. Só não eram liberais, como era Pinochet. Que economicamente deu bem mais certo.

  2. vilarnovo
    março 1, 2010 às 2:39 pm

    Mas é exatamente o meu ponto. Parece que o único argumento que existe para classificar a ditadura brasileira de direita é que teria combatido uma esquerda mais extremista.

    Será valido esse argumento?

    Discordo um pouco sobre Pinochet. Ele não era liberal. Liberais não aprovam ditaduras. Porém ele sim pode ser considerado como um ditador de direita, pois assumia a postura ditatorial de governo (social) e uma postura econômica que se não era de livre mercado pelo menos se aproximava muito disso.

    As diferenças entre conservadores e liberais estão mais para aspectos mais sociais que econômicos (apesar de haver sim diferenças econômcas entre liberais e conservadores).

    Discordo um pouco em chamar os militares na parte econômica de conservadores, eles eram, a bem da verdade, nacionalistas. Principalmente depois que a galera da ESG saiu e a linha dura entrou.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: