Início > 2010, Atualidades > Viva a Venezuela!

Viva a Venezuela!


As últimas eleições na Venezuela mostraram bem o humor do povo venezuelano para como a “revolução” da boligurguesia de Chávez (aquela que se apropria do dinheiro do estado enquanto fornece esmolas para a população pobre).

Porém antes de comentar sobre as eleições em si devemos mostrar as fraudes praticadas por Chávez antes mesmo das eleições. Depois das últimas derrotas eleitorais, onde vários estados, incluindo a capital, ficaram nas mãos de opositores, Chávez começou uma grende mudança para fraudar “oficialmente” as próximas eleições. Primeiramente ele, de forma autoritária, criou organismos executivos que tomaram o poder do representante eleito de Caracas, criou uma expécie de Governador biônico, eleito por ele.

Como Chávez controla o CNE (o equivalente ao TSE no Brasil) ele foi capaz de impugnar diversas candidaturas oposicionistas por motivos nenhum. Bastava uma suspeita, notadamente fraudulenta, para impugnar os candidatos. Alguns deles inclusive foram presos injustamente acusados demonstrando que sim, há prisões políticas na Venezuela.

Outra medida foi mudar totalmente a forma de apuração e contabilização das vagas. Chávez alterou a quantidade de deputados por região, favorecendo onde seu partido possuia mais votos.

O resultado foi que em números absolutos, a oposição obteve apenas 100 mil votos a menos que o partido governista. Porém essa pequena diferença de 100 mil votos não se refletiu na distribuição de vagas, onde a oposição ficou com menos 33 vagas que os governistas. Se a proporção fosse mantida, os governistas e oposicionistas estariam dividindo o congresso com 80 vagas cada.

Aqui uma ressalva: essa é uma estimativa, pois o CNE ainda não forneceu todos os números da eleição. E não disse porque. Da última vez que fizeram isso um referendo foi fraudado para que a derrota de Chavez não ficasse tão evidente. Na verdade ele queria era fraudar o resultado final, transfomando uma derrota em vitória. Foi barrado pelos militares que afirmaram que não iriam às ruas contra a população que CERTAMENTE iria protestar contra a fraude.

A oposição afirma que conseguiu 52% dos votos em toda a Venezuela.

Chávez demonstrou toda sua irritação com o resultado das eleições em uma entrevista. Atacou covardemente uma jornalista que apenas lhe fez uma pergunta lógica: o porque dessa diferença. Usou seus recursos de sempre: xingamentos, ameaças, truculência. Se agitou na cadeira, olhava para um lado, olhava para o outro, e no final não respondeu a pergunta.

A oposição agora possui um grande trabalho pela frente. Deve honrar o mandato concedido pelo povo venezuelano. Os olhos de todos estarão com ele.

Anúncios
  1. setembro 29, 2010 às 7:56 pm

    Chávez fez na Venezuela o que os militares na época do Geisel e do Golbery fizeram no
    Brasil, modificaram o mapa da representação parlamentar. Em proporção o Acre tem muito mais representantes do que S. Paulo e isso não tem volta. O Collares, ex governador do RS, ingressou no STF, na década de 80 com diversas ações nesse sentido para modificar esse quadro e não conseguiu. Não há interesse também do nosso Congresso — que dizem vai ser pró Dilma — em modificar o que já está bom. Quanto à Venezuela, o importante é que a oposição se realinhou, Fez uma grande besteira em ter boicoteado a eleição passada, o que determinou o domínio absoluto chavista. Uma eleição nunca pode ser boicoteada.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: